Quer se sentir renovada? Experimente tomar um banho de floresta: a prática japonesa de mergulhar na natureza para ajudar a rejuvenescer corpo e mente.

 

O que é Shinrin-yoku?

O Banho de floresta, ou “Shinrin-yoku” em japonês, é uma terapia florestal e não envolve tomar chá entre as árvores. Também não se trata de tirar a roupa! “Trata-se de colocar todos os seus sentidos na floresta”, diz o Dr. Qing Li, professor associado da Nippon Medical School, em Tóquio. Trata-se de cercar-se com a natureza e estar presente, tem efeitos mentais e físicos positivos. É medicina natural sem gastar um centavo!

Um termo cunhado pelo Ministério japonês da Agricultura, Silvicultura e Pescas em 1982, o Shinrinyoku foi pesquisado há 35 anos por seus benefícios para a saúde. Inclusive levou ao estabelecimento de uma nova ciência, Medicina Florestal (forest medicine), que se concentra nos efeitos de ambientes naturais na saúde humana, e sobre como estar presente na natureza pode reduzir os níveis de estresse e aumentar o sistema imunológico.

 

Por que praticar Shinrin-yoku?

O Dr. Li defende esta ciência com achados notáveis. Depois de cativar participantes de estudo para sua “terapia florestal” (uma viagem três dias e duas noites na a floresta, caminhando por lagos e respirando no ar fresco), Dr. Li pegou amostras de sangue e encontrou níveis significativamente elevados de atividade das células exterminadoras naturais no corpo (células NK, do inglês Natural Killer Cell).

Essas células são o que Dr. Li chama de “policiais do corpo”, e são responsáveis por combater doenças, incluindo câncer. Ele também encontrou uma redução nos sintomas de ansiedade, raiva e fadiga.
Mas não se preocupe se você não pode entrar em reservas florestais do seu estado por um fim de semana inteiro. O Dr. Li também pesquisou passeios de um dia na floresta, e encontrou indivíduos apresentando níveis mais baixos de estresse, glicemia e pressão arterial.

Além da pesquisa florestal especifica do Dr. Li, um estudo de 2009 publicado pela Environmental Health and Preventive Medicine descobriu que as pessoas que andavam em ambientes naturais apresentaram níveis mais baixos de cortisol (hormônio do estresse), taxas de pulso mais baixas e pressão arterial mais baixa do que aqueles que caminharam nas cidades.

Outro estudo, agora da Universidade de Stanford nos EUA, descobriu que as pessoas que caminharam por 90 minutos cercadas por árvores, diminuíram a atividade na área do cérebro associada à depressão em comparação com pessoas que caminharam pela mesma quantidade de tempo ao longo de uma estrada movimentada.

 

Shinrin-yoku bom para crianças

O aumento da tecnologia e das mídias sociais nos atingiu e, de forma mais preocupante, nossos filhos passam menos tempo brincando ao ar livre.
Uma pesquisa da Planet Ark (uma ong australiana focada no equilíbrio com a natureza) constatou que 73% dos pais brincavam ao ar livre com mais frequência do que dentro de casa quando eram crianças, em comparação com 13% de seus filhos. Ainda mais alarmantes, a pesquisa constatou que as crianças australianas gastam menos de duas horas por dia fora de casa, com 87% das crianças gastando mais tempo dentro de casa do que fora (no que os especialistas dizem que poderia dificultar sua aprendizagem).
Pesquisadores espanhóis examinaram crianças na idade primária escolar, que estavam expostas a espaços verdes, perto de suas casas ou escolas, e depois de 12 meses descobriram que aqueles que tinham a natureza por perto tinham uma melhor atenção e memória para trabalhos diversos.

 

Dose recomendada de Shinrin-yoku

Com a natureza ajudando a proteger contra vários problemas de saúde, é hora de voltarmos darmos um polo lá! Se você quiser colocar mais verde na sua semana, 20 minutos por dia na natureza é tudo o que você precisa, dizem pesquisadores da Universidade de Rochester nos EUA. Após esse tempo, seus mais de 500 participantes do estudo tiveram maiores níveis de energia e sensação de vitalidade.

Os efeitos fisiológicos positivos que o Dr. Li encontrou em seus estudos, duraram até 30 dias: “se você se banhar em áreas verdes uma vez por mês, pode manter suas células exterminadoras naturais em um nível mais elevado”, diz ele. “Isso é muito importante para a medicina preventiva”.

Ver espaços verdes também pode ajudar com a criatividade! Um estudo da Universidade de Melbourne, publicado no Journal of Environmental Psychology, descobriu que pessoas admirando um telhado gramado por 40 segundos se sentiam mais focadas e criativas.

 

Como praticar Shinrin-yoku

Mesmo antes do banho de floresta ser uma “prática”, poetas e filósofos entenderam o poder da natureza. Hans Christian Andersen (escritor e poeta dinamarquês) disse: “Apenas viver não é suficiente. É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor”. Mas para ele pode ser fácil, porque os países daquelas bandas como Dinamarca, Noruega, Finlândia e Suécia são maravilhas naturais.

Porém não é difícil adotar o Shinrinyoku como parte do seu estilo de vida. Seja sozinho ou com familiares e amigos, veja 5 maneiras simples de fazer o seu mundo mais verde.

1 – Vá à caça ao tesouro

Crie uma caça ao tesouro natural para as crianças, no quintal, jardim ou no parque. Esconda 10 itens da natureza (folhas, sementes, pedras, frutos) e chame acriançada para encontrá-los. Então entre na brincadeira com eles!

2 –  Visite mais praças e parques

Todo fim de semana visite uma praça diferente, que tenha muito verde, ou um parque arborizado para levar as crianças. Experimente também caminhadas nas calçadas com mais árvores, orla com coqueiros, evitando ruas com muito tráfego de veículos. A maioria das cidades brasileiras têm pelo menos uma praça arborizada.

3 – Pegue frutas

Quando tiver em quintais com pomar, mangueiras, pé de goiaba, sítios etc, não hesite em colher frutas. Sinta a textura e o cheiro, então saboreie. Bônus: isso incentiva a alimentação saudável!

4 – Nade fora da piscina

Não há como negar a beleza de nossas praias do litoral brasileiro, mas você também pode mergulhar em piscinas naturais, lagos, riachos e cachoeiras quando viajar para o interior. Aliás, um banho de água doce é um ótimo motivo de visitar o interior do seu estado.

5 – Experimente Tai Chi

Este exercício chinês suave e antigo é tradicionalmente praticado em parques e, com benefícios de flexibilidade, força e saúde cardiovascular melhorada, é uma ótima maneira de se ajustar mental e fisicamente. É adequado para todas as idades e estado de condicionamento físico.

Confira o vídeo, em inglês e com legendas em português, e saiba mais sobre o banho de floresta: